Montagem: Gamers Club/Reprodução
Montagem: Gamers Club/Reprodução

A Gamers Club lançou algumas medidas que inibem – ao menos momentaneamente – jogadores com contas novas de utilizar a sua plataforma de Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO). O objetivo é diminuir a quantidade de usuários que criam estas contas só para poder usar hacks ou perturbar outros players, sem nenhum receio de banimentos no futuro.

O “problema das contas novas” já é algo antigo no CS:GO. Devido ao baixo preço do game, usuários criavam contas alternativas e compravam o game normalmente para trapacear nas partidas competitivas. A situação se agravaria ainda mais quando o jogo ficasse grátis e, por isso, a Valve criou o sistema Prime para os servidores oficiais.

De fato, a medida ajudou no matchmaking. Entretanto, outras plataformas que não possuem acesso ao Prime – como a própria Gamers Club – foram prejudicadas com diversas contas grátis invadindo seus servidores sem medo algum de infringir as regras.

Após muitas reclamações da comunidade, a GC ouviu os feedbacks e tomou duas atitudes. A primeira foi bloquear todos os provedores de e-mail temporários, muito usados nestas contas novas. A segunda foi proibir jogadores com menos de 50 horas no CS:GO de jogar partidas competitivas da plataforma. Para estes, apenas os 4funs estão liberadas.

“Essas são só algumas de outras funcionalidade que serão implementadas. Acreditamos que isso ajude a mitigar os usuários que criam contas para atrapalhar outros jogadores. Além disso, com essas implementações, podemos criar novas funcionalidades que sejam ainda mais restritivas e favoreçam jogos mais sérios como o caso do Elite”, disse a empresa em seu site oficial.

Os bloqueios ainda não estão funcionando totalmente. No entanto, a GC prometeu que ainda em setembro tudo que foi prometido estará funcionando completamente.

Check Also

REVIEW E GAMEPLAY NK PUBG LITE

Arquitetura: 64 bits. Sistema Operacional: Windows 10 (1903). Acesso: Privado baseado…